<$BlogRSDUrl$>

terça-feira, julho 20, 2004

Ponto Final 


Ponderosos motivos pessoais obrigam este Escriba Lacónico a remeter-se definitivamente à clausura. Há mais vida (e morte) para além da Blogosfera... Agradecimentos e felicidades a quem teve a bondade e a paciência para nos ler!
 
 

domingo, julho 18, 2004

Aceitam-se alvitres 


Alguém consegue sem hesitação ou dúvida afirmar quem, entre os presentes ontem na tomada de posse do Governo, intimamente declarava com mais veemência e pungimento «Tirem-me daqui!»?
 
 

Imagens e palavras 

Como nem sempre é possível traduzir em palavras certas imagens, resignamo-nos a não poder comentar certos rostos e feições que pudemos ver ontem na tomada de posse do Governo...
 
Post script: Assim, refugiamo-nos naquele "lugar comum" segundo o qual "uma imagem vale mais que mil palavras". Uma foto-reportagem seria simplesmente eloquente, um documento para a História...
 
 


Desaproveitamento monumental 

Estranha-se ninguém ter lamentado o não aproveitamento de José Cesário para o Ministério do Turismo. Não se pode desperdiçar uma experiência de 50 voltas ao mundo como Secretário de Estado das Comunidades...
 
 

sábado, julho 17, 2004

Regista-se 


Pelo menos os serviços informáticos do Governo merecem apreciação positiva. Imediatamente após a tomada de posse do novo Governo, consultando-se a sua página oficial pode ver-se que foi actualizada. Falta o resto, a realidade não virtual.
 
Post script: Para bem de todos Nós e de Portugal deseja-se grande sucesso. Claro que há os que pensam que quanto pior melhor...
 
 

Por que será? 


Quando Martins da Cruz foi nomeado MNE, Madrid rejubilou e até se congratulou em Nota Oficiosa. Quando António Monteiro foi nomeado MNE, Luanda felicitou publicamente a escolha. Por que será?
 
 

O pior ou o melhor Governo... 

Há por aí acesas discussões sobre se o novo Governo é o melhor ou o pior das últimas décadas... Os de Cavaco oscilam entre o sofrível e o medíocre. Os de Guterres foram simplesmente péssimos. O de Barroso foi apenas mau.

Post script: Difícil é fazer pior do que eles. Mas haja esperança, que é sempre possível...

 
 


sexta-feira, julho 16, 2004

A direita? 

Sócrates infere brilhantemente   que o novo Governo está mais posicionado à direita com a entrada de Bagão Félix para as Finanças! Onde é que este mago da ciência política terá lido que a democracia cristã é uma ideologia de direita?...
 
Post script:  Teria sido na cartilha jacobina, no catálogo dos preconceitos da Internacional ou nalguma sebenta de engenharia civil?... Em geometria ou em política, entre a esquerda e a direita não haverá um centro? E tudo o que não é comunista ou socialista terá necessariamente de ser de direita? Quando é que os espíritos infantilizados da esquerda deixam de diabolizar a "direita" e os espíritos pueris da direita deixam de demonizar a "esquerda"?... Será que o cérebro desta gente não tem dois hemisférios, um esquerdo e outro direito?
 
 





Deslocação à direita... 

José Sócrates acusa Santana Lopes de deslocar «o Governo à direita». E não é que muitos militantes e dirigentes do seu partido o acusam a ele de querer deslocar o PS à direita... Isto é que vai uma comédia...







quinta-feira, julho 15, 2004

Transfigurações 


Depois do susto do primeiro desastre que foi a sua entrevista à SIC, Santana Lopes parece um político calmo e ponderado. Com o pavor de não ser eleito, Durão está quase um anti-americano militante...


Guterres revisitado 


Será cansaço da memória e dos ouvidos deste velho escriba ou o teor do discurso de José Sócrates parecia uma fotocópia de outros de António Guterres?...

Post script: A bem dos seu partido e do País, comparativamente com Guterres espera-se que o que lhe falta em vã eloquência lhe sobre em proficiência realizadora!



Compreensível 


Num País onde não se vislumbra Política Externa, talvez seja compreensível que seja difícil ou impossível encontrar um ministro para os Negócios Estrangeiros que não seja funcionário da casa...

Post script: E sabendo-se o pavor que os diplomatas de carreira têm em alterar o "status quo" é de prever que continuemos em estado comatoso...



O mínimo exigível... 


Fica-lhe bem, mas era o mínimo que a Pacheco Pereira se exigia, a menos que aceitasse fazer o que muitas vezes critica aos outros e nem sempre é capaz de evitar... nem enxergar...

Post script: Ou será que ao desistir do lugar na UNESCO apenas se antecipou a que merecidamente lhe retirassem o tapete?... Fugir antes de ser empurrado...



quarta-feira, julho 14, 2004

Sérgio Figueiredo dixit 


«O doutor António Vitorino é uma personalidade extraordinária. Um político brilhante, de uma qualidade acima da média. Um homem inteligentíssimo. E vai morrer com todas estas suas virtudes. Só suas. Porque, quando o país mais dele necessitava, fugiu. Dificilmente alguém voltará a ficar à espera dele».


Lei de Gresham aplicada aos políticos em Portugal 


«A má moeda expulsa a boa moeda»...


Actualidade das palavras de Salgueiro Maia 


«Existem vários tipos de Estados: os liberais, os sociais-democratas, os socialistas... mas nenhum pior do que o Estado a que chegamos, pelo que urge acabar com ele».

Post script: Este pensamento aplica-se tanto aos que estão no poder como aos que querem ir para lá... pois este Escriba não alinha em grupelhos, pensa pela sua cabeça, só obedece aos ditames da consciência e do interesse nacional e açoita impiedosamente todos quantos merecem...



Sem sisa mas com siso... 


Ao recusar concorrer a Secretário-Geral do PS, António Vitorino revelou um grande bom senso pelo nível a que chegou a política e os políticos em Portugal. Mas o seu partido e Portugal perdem mais um homem competente...


Quanto às classificações e promoções dos juízes... 


...ultimamente criticada, há que dizer que a viciação começa ainda nas faculdades de direito... Basta verem certos apelidos nas pautas e respectivas notas dos alunos... O sistema prossegue normalmente  depois da faculdade...

Post script: Como diria Sua Excelência o Presidente da República, «as instituições funcionam»... até com a filha dele na FDUL...





terça-feira, julho 13, 2004

Valentim Loureiro e a magia da informática 


Não consta que Valentim Loureiro seja tão bom em informática como em negócios de batatas para aprovisionamento militar. Mas tanto nos sorteios dos árbitros como dos juízes os computadores estão sempre do lado dele...


Conselho de Estado Aberto 


Graças a Mário Soares, no programa "Sociedade Aberta" da Sic Notícias, ficámos a saber circunstanciadamente o que se falou no Conselho de Estado. O homem que inventou as Presidências Abertas deu agora início ao Conselho de Estado Aberto...


segunda-feira, julho 12, 2004

Surpreza 


Hoje, 12 de Julho, acabo de receber na caixa do correio o prospecto publicitário da "Força Portugal" para as Eleições Europeias de 13 de Junho. Os correios funcionam cada vez melhor!...

Post script: Ou será que o prospecto contém uma gralha tipográfica e a eleições são amanhã dia 13 de Julho? Não sabia de nada...




Estreia auspiciosa... 


Santana Lopes faz inteira justiça à imagem que merecida ou desmerecidamente tem, estreando-se ou estatelando-se tanto pela oportunidade da entrevista à SIC como pelo seu conteúdo. O País agradecerá que os piores vaticínios não se concretizem...


Maria de Lourdes Pintasilgo 


A melhor forma de a homenagear é tentar merecê-la, fazendo da Política uma verdadeira acção de serviço público e da Democracia um instrumento de realização do Bem Comum. Tudo o mais pode ser simples hipocrisia...


domingo, julho 11, 2004

Depois de Ana Gomes, Helena Roseta e Boaventura Sousa Santos... 


...Saramago não podia faltar, denunciando os 4 fugitivos do Apocalipse (Guterres, Durão, Sampaio e Ferro) e proclamando o fim do 25 de Abril em resultado da decisão presidencial...

Post script: Trinta anos depois, era tempo de acabar o 25 de Abril. Desejaríamos que cessasse a partidocracia dos medíocres e que entrássemos numa verdadeira democracia de homens de mérito. Talvez seja pedir demais...



Desilusão pessoal 


Tanto esforço de síntese que este modesto escriba realizou no seu scriptorium  para fazer caber uma ideia consistente em duas linhas exactas de pergaminho, para agora descobrir que em muitos computadores os "posts" ocupam mais de duas linhas. Quase me dá vontade de abandonar o lugar de Escriba-Geral aqui do convento e o lugar que ocupo no Conselho de Blogues. Como acção de protesto, este "post" tem mesmo mais de duas linhas, e pronto!...


Máscaras caídas 


Quem tem do exercício da Presidência da República uma concepção de mera gerência de interesses partidários e grupais, o que não pensará da actividade executiva de que dependem tantos patrimónios, negócios e empregos?...


Que estirpe 


De Ana Gomes já tudo se espera. De Helena Roseta, quase o mesmo. De Boaventura Sousa Santos talvez se esperasse um pouco mais. Hoje pode conhecer-se melhor a estirpe de iluminados que se arvora em paladina da democracia.


sábado, julho 10, 2004

Em nome da imparcialidade... 


...este modesto esciba não pode deixar de elogiar Sua Excelência O Presidente da República por ter decidido segundo o que Ele entendeu ser o interesse nacional quando poderia ter decidido na base do amiguismo partidarista.

Post script: Já agora, será pedir muito aos senhores   políticos que tratem o mais alto dignitário do Estado português por Sua Excelência e não simplesmente por Senhor?... Goste-se ou não dEle, concorde-se ou não com Ele... Ele é simplesmente a representação suprema de todos Nós! Dará para perceber?...




Quantos serão? 


Dos muitos nomes que se falam, no final quantos homens  a Espanha conseguirá manter ou meter no Governo português?...


Bom senso, na emotividade... 


No meio da perturbação emocional, Ferro Rodrigues acaba por revelar bom senso, saindo pelo seu pé agora, antes de ser derrubado estrondosamente daqui a poucos meses no Congresso do PS...


Interrogação 


Com em Portugal não existe  nenhuma ligação entre o sistema político e o sistema judicial, a eliminação da possibilidade de Ferro Rodrigues chegar já a Primeiro-Ministro terá alguma implicação no processo Casa Pia?


sexta-feira, julho 09, 2004

Sobre as declarações de Ana Gomes... 




Quando abre a boca ou entra mosca ou sai asneira...




Juizinho e cuidadinho!... 


Em matéria de Política Externa, Portugal tem de continuar a ser província de Espanha e simples região da Europa, senão dissolvo a Assembleia da República! (Jorge Sampaio)


O institucional e o pessoal 


Confrangedoramente, Ferro Rodrigues continua a não compreender que em questões de investigação judicial e em decisões presidenciais, a legalidade e o interesse nacional devem prevalecer sobre os interesses pessoais.


Duplo aplauso 


Apesar de ter estado sempre em gestão, Teresa Gouveia conseguiu tomar uma decisão digna de aplauso: assume todas as despesas de repatriamento dos emigrantes da Venezuela e desautoriza o viajante José Cesário...


quinta-feira, julho 08, 2004

Cardoso e Cunha, o comissário... 


Face à anunciada saída de Fernando Pinto da TAP, Cardoso e Cunha está mesmo a merecer uma "estátua", exactamente igual à que lhe ofereceram na Expo 98: «RUA»!


Rumores 


Não confirmamos nem desmentimos o insistente rumor de que, depois de vários milhares de personalidades e do Conselho de Estado, Sua Excelência o Presidente da República ainda vai escutar todos os editores da blogosfera.


quarta-feira, julho 07, 2004

Governos de dois anos... 


Ferro defende eleições antecipadas porque o País não podem ter governos de 2 em 2 anos. Por mero acaso, um seu governo durou 2 anos, a dissolução limitará este a 2 anos e o futuro que ele dirigirá não durará mais de 2 anos...


Democracia, mas com respeito 


Embora este modesto escriba use singelo hábito de burel, indigna-se quando alguns deputados vão a audiência com o Presidente da República em mangas de camisa e sem gravata e sobretudo quando a Presidência os deixa entrar...


terça-feira, julho 06, 2004

Sindicalismo independente 


Como em Portugal grande parte dos sindicatos  não são apêndices dos partidos políticos, em especial a CGTP, devo ter sonhado que a Intersindical irá promover uma manifestação em favor das eleições antecipadas...


Filme de horrores 


Murros, pauladas, marteladas, cacetadas, espadeiradas, punhaladas... Só faltam os tiros e as bombas. Enfim, é a habitual elevação da classe política...


Desprendimento 


Quem acusa o PSD de estar agarrado ao poder, com ou sem razão, tem revelado um grande desprendimento quanto ao lugar que ocupa e não quer o mesmo que os que lá estão... Coerência...


segunda-feira, julho 05, 2004

Silêncio 


Sobre a novela barrosã, o casamento scolariano e o desfecho do Euro, preferimos o silêncio... que geralmente é de ouro...


sexta-feira, julho 02, 2004

Para Sophia 


«Quando eu morrer voltarei para buscar
Os instantes que não vivi junto do mar
»
Inscrição

quinta-feira, julho 01, 2004

Resultado do sucesso estatístico do ensino básico... 


«Quarenta por cento dos alunos que entram no ensino superior acabam por não concluir os respectivos cursos». (Público)


quarta-feira, junho 30, 2004

Argumentos patriótocos desmasccarados... 


«A função de Presidente da Comissão Europeia não é mais importante do que a de Primeiro-Ministro de Portugal» (João Salgueiro).


Evidente 


Cinco anos de mandato quando só lhe restavam dois... Um salário mais elevado e com mais mordomias... Mais uma função no currículo pessoal... Tarefas relativamente fáceis em vez de um país a afundar-se... A escolha foi simples...


Agora 


Em tempos dissemos que os Portugueses haveriam de descobrir quem é Durão Barroso; só não sabíamos quando. Chegou a hora de o conhecerem. Mas alguns continuam a ver patriotismo onde só há cobardia e interesse pessoal.


segunda-feira, junho 28, 2004

No caminho da convergência real... 


«A OCDE diz que IDE cai 44% em Portugal em 2003»...


Os homens dos Espanhóis 


A ser verdade que Espanha apoia Barroso para a Presidência da Comissão Europeia, terá isso alguma coisa a ver com o facto de na Moncloa o considerarem um homem de "confiança"?...

Post script: E ainda mais se se confirmar que o espanholista Martins da Cruz pode substituir António Vitorino. Com quantos comissários ficará, então, a Espanha?...


O golpe e a revolução... 


Se é legítimo pensar que a substituição de Barroso por Santana constitui um golpe de Estado, não haverá também legitimidade em considerar-se que há um PREC em início de desenvolvimento para sabotar a sua chegada ao poder?...


Os ratos 


Como não há  qualquer semelhança entre a governação e a marinha, não tem  qualquer significado político dizer que os ratos são os primeiros a abandonar o navio...


sábado, junho 26, 2004

Petição sobre a indemnização aos ex-residentes no Ultramar 


30 anos após a descolonização exemplar, alguns partidos continuam a ter por estes portugueses menos consideração do que têm pelos palestinianos, iraquianos ou ruandeses... Vil corja partidária que não vê a Nação como família...


Petição sobre Olivença 


Ontem discutiu-se no Parlamento outra petição, esta sobre Olivença. Apesar de alguma ignorância histórica, ressaltou como positivo os diferentes grupos parlamentares disponibilizarem-se para uma audição da MNE.


"Adieu France" 


Depois da vulgaríssima paticipação da selecção "internacional" francesa no Euro 2004, é tempo de os ministérios dos Assuntos Estrangeiros e do Interior prepararem a naturalização de mais 20 futebolistas de todo o Mundo...


sexta-feira, junho 25, 2004

Mais do que Sá Carneiro sonhou... 


Uma maioria, um Primeiro-Ministro, um Presidente da República e um Presidente da Comissão Europeia...


quinta-feira, junho 24, 2004

Os fujões 


Se, como consta em alguns círculos, Barroso está a equacionar a hipótese da Presidência da Comissão, iguala completamente Guterres, primeiro na incompetência, depois na fuga cobarde...


Sim, mas 


Apesar da brilhantíssima vitória, há que reflectir sobre os dois colossais erros que entregaram de bandeja dois golos à Inglaterra. Não é possível ter 3 adversários sem marcação dentro da área... Viu-se o resultado...


Nasceu o PEP? 


Já na última campanha eleitoral o PS se arvorou no mais lídimo representante do europeísmo em Portugal. Ontem, um deputado socialista intitulou o PS como o «Partido Europeu de Portugal». Nasceu o PEP, portanto! ..


quarta-feira, junho 23, 2004

Para quem será? 


Para o País Basco? Para a Galiza? Para Portugal? Para a Selecção Nacional?...




Pergunta imparcial para ganhar o Referendo 


«Concorda que Portugal permaneça na União Europeia, a sublime, excelsa, benfazeja e abençoada organização que milagrosamente nos tem livrado da fome, da guerra e da peste?»...


Mocinha esmagada 


A mocinha Ana Teixeira, arvorada a juíza, foi inteiramente esmagada no recurso do Ministério Público. Vamos ver se as instituições funcionam mesmo, como costuma dizer o padrinho...


terça-feira, junho 22, 2004

Anseio dos anti-europeístas 


Quantos anti-europeístas não há por essa Europa que anseiam sequiosamente que a União seja destroçada às mãos de governantes da estirpe de um Guterres ou de um Durão. Com tanta competência, não restaria pedra sobre pedra...


segunda-feira, junho 21, 2004

Prémio imbecilidade europeísta para Luís Salgado Matos 


«A vacina democrática contra o povo é cura pior do que a doença. O referendo justificar-se-ia se os partidos do regime estivessem divididos sobre o tratado ou sobre a UE. Mas o PS, o PSD e o CDS são europeístas».


"Certas" instituições funcionam 


O interesse muito especial de Sua Excelência em pretender uma revisão intimidatória da liberdade de acção dos magistrados do Ministério Público é a prova indesmentível de que "certas" instituições funcionam...


Metê-lo na linha... 


Perante o despudor com que Pedroso acusa o sistema judicial, foi oportuníssima a intervenção de Souto Moura a afastar qualquer hipótese de indemnização e a recordar a falta de unanimidade no acórdão que o libertou...


Lá chegaremos 


No processo em curso de destruição do Estado, "a gestão partilhada das prisões", que se inicia brevemente, é apenas o começo do processo de transformação do sistema prisional num negócioco privado...


domingo, junho 20, 2004

O estrume e o doce 


As moscas da política nacional são atraídas tanto pelo lixo em que se alimentam como pelos bolos em que ocasionalmente se locupletam. Na derrota ficaram escondidas. Quando cheira a vitória logo aparecem...


Neutralidade 


Finalmente, ao fim de ano e meio de ignarra teimosia, Scolari atingiu um ponto de neutralidade. Já não é um obstáculo ao êxito da selecção. Não se lhe pede ajude. Basta que não estorve e prejudique...


sábado, junho 19, 2004

O Rei e a Gente 


O modo como a remodelação governamental está a ser imposta a Durão Barroso e como este a está a preparar dá razão à célebre frase camoneana: «um fraco Rei faz fraca a forte gente»...


Reprovação 


A prova inequívoca de que precisamos rapidamente de educação cívica nas nossas escolas é a miserável campanha de enegrecimento que a FENPROF está a fazer do País, distribuindo panfletos aos estrangeiros do Euro 2004...


sexta-feira, junho 18, 2004

Contra a corrente 


Contra a corrente da manada de imbecis e de aleivosos que faz da Pátria mercancia, da dignidade estrebaria e do País em que nasceu província estrangeira, há que reflectir sobre a presença de Portugal na Europa...


Guterres e Barroso, Dupont e Dupont...  


Guterres e Barroso estão cada vez mais iguais. É difícil encontrar ministeriáveis, há quem não queira ser ministro do seu Governo e perante os problemas de casting resta mudar pessoas entre pastas, se aceitarem...


Remodelação e Modelação 


Depois da discussão entre Revolução e Evolução, agora veremos se teremos uma verdadeira Remodelação ou uma simplíssima Modelação do actual Governo...


quinta-feira, junho 17, 2004

Mistério... 


O que é que «politicamente vai acontecer em Lisboa nos próximos» três dias? Mistério...


quarta-feira, junho 16, 2004

Educação nacional... 


Um aluno mandou o Professor ir levar num sítio pouco conveniente. A escola atribuiu-lhe dois dias de férias (teoricamente suspensão), muito úteis nesta época de Euro 2004. Assim vai a educação nacional...

Post scriptum: Face ao sucesso da medida disciplinar, no dia seguinte outro aluno resolveu fazer algo semelhante...


Por ser «desnecessário»... 


...a Coligação impediu que os controleiros-mores da PJ fossem ao Parlamento explicar as demissões e deportações. De facto é desnecessário por não precisarmos de explicações. Mas seria sobretudo inconveniente...


Deportações 


A Democracia portuguesa agradece que não haja novas deportações apenas porque uns agentes da PSP, no estrito cumprimento do seu dever, detiveram um familiar de uma ilustre personalidade da vida política...


Mancha 


Regressar ao Parlamento quando estão pendentes recursos sobre a não pronúncia já seria grave. Fazê-lo no exacto dia em que o órgão cimeiro da nossa democracia homenageava Sousa franco e Lino de Carvalho é uma vergonha...


This page is powered by Blogger. Isn't yours?